Entenda melhor

 

FONTES:
Índice de Percepção da Corrupção (Transparência Internacional)
Organização das Nações Unidas (ONU)

 

Ações contra a Corrupção

Combater a corrupção e promover instituições pacíficas, justas e inclusivas impacta todos os outros Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: recursos são salvos e podem ser utilizados na promoção de outras ações, além do fortalecimento da confiança pública e do Estado de Direito.

O 10° Princípio do Pacto Global preconiza que as empresas devem combater a corrupção em todas as suas formas, inclusive extorsão e propina.

 

Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 16 (ODS 16)

São metas vinculadas ao trabalho da Plataforma de Ação contra a Corrupção:

16.3 | Promover o Estado de Direito, em nível nacional e internacional, e garantir igualdade de acesso à justiça para todos;

16.4 | Reduzir significativamente os fluxos financeiros e de armas ilegais, reforçar a recuperação e devolução de recursos roubados e combater todas as formas de crime organizado;

16.5 | Reduzir substancialmente a corrupção e o suborno em todas as suas formas;

16.6 | Desenvolver instituições eficazes, responsáveis e transparentes em todos os níveis;

16.7 | Garantir a tomada de decisão responsiva, inclusiva, participativa e representativa em todos os níveis;

16.10 | Assegurar o acesso público à informação e proteger as liberdades fundamentais, em conformidade com a legislação nacional e os acordos internacionais.

Atividades da Plataforma

Coordenação

Como fazer parte

Você trabalha em uma empresa ou organização participante do Pacto Global?
Se sim, mande um email para jaqueline.oliveira@pactoglobal.org.br

Se sua empresa ou organização ainda não faz parte do Pacto Global e deseja saber mais informações de como integrar a iniciativa, mande um email para contato@pactoglobal.org.br ou acesse.

Iniciativas / Projetos

Movimento Transparência 100%

Tem como objetivo encorajar e capacitar as empresas para ir além das obrigações legais, fortalecendo mecanismos de transparência e integridade em empresas de destaque para torná-las mais resilientes e exemplos de sucesso para as demais empresas do país.​

Ações Coletivas Anticorrupção

Ação Coletiva do Setor da Agroindústria

Baseada em princípios e valores fundamentais da conduta ética e transparente, a ação coletiva da Agroindústria é uma iniciativa pelo comprometimento com as melhores práticas de prevenção e combate à corrupção no setor.

Responsáveis por uma parcela significativa das exportações e do Produto Interno Bruto nacional, as empresas da Agroindústria reconhecem a importância do protagonismo na prevenção e combate à corrupção no Brasil e da responsabilidade em exercer influência positiva para as demais empresas e setores.

Com esse objetivo, o Guia de Boas Práticas Anticorrupção da Agroindústria consolida os princípios éticos fundamentais, estimula as relações transparentes com o poder público e  incentiva o caminhar do setor por ambientes de negócio cada vez mais íntegros. 


Ação Coletiva do Setor de Engenharia e Construção Civil

O Pacto Global quer unir forças com diversos agentes da sociedade para combater a corrupção neste setor. Assim, o primeiro passo desta ação coletiva foi o lançamento da Cartilha Integridade no Setor da Construção, que apresenta um compilado de cenários fictícios sobre os principais desafios, riscos e problemas regulatórios que podem ser enfrentados por empresas do setor em seu cotidiano.

São 13 diferentes situações e, para cada caso, a publicação traz recomendações de como a companhia deve agir. Primeiro, são discutidas as medidas a serem adotadas para que a empresa evite ser exposta a uma proposição de corrupção. Depois, o guia elenca as ações a serem adotadas quando a solicitação de corrupção acaba ocorrendo. Por último, há um box com sugestões de mudanças estruturais necessárias no país para que se reduzam as chances dessas situações ocorrerem. A elaboração da cartilha contou com o apoio de empresas da construção relacionadas a casos recentes de corrupção, além do Instituto Ethos, parceiro do Pacto Global nesta ação coletiva.

Esta ação coletiva conta atualmente com 13 grandes empresas e está focada na construção de um Movimento pela Integridade no Setor, com a criação de Plataforma de engajamento da cadeia de valor do setor com conteúdos sobre integridade e anticorrupção. 

 

 

Ação Coletiva do Setor de limpeza urbana, resíduos sólidos e efluentes

Idealizada por empresas e organizações do setor, a ação coletiva em limpeza urbana teve início em meados de 2018 e contou com as parcerias de empresas, associações e do Instituto Ethos. O programa lançou a sua cartilha de riscos de corrupção, nos moldes da publicação feita para a construção civil: Integridade no setor de limpeza urbana, resíduos sólidos e efluentes. Lançada em abril de 2019, a cartilha visa fomentar a ética no setor, através da análise de casos que podem expor as empresas a situações de corrupção.

Com uma abordagem prática, propõe ações preventivas a estes cenários, e recomenda a busca de respostas adequadas. A publicação pode ser usada para orientar treinamentos e outros processos que envolvam os colaboradores das empresas do setor e de seus stakeholders. O material contém 15 cenários e as respectivas abordagens a cada um deles. O conteúdo foi pensado para contribuir com o combate à corrupção, com a melhoria do ambiente de negócios e com a proposição de um novo padrão de conduta para todas as empresas neste mercado. 

Essa Ação Coletiva também lançou em Dezembro de 2019 o Pacto Setorial de Integridade em Limpeza Urbana, Resíduos Sólidos e Efluentes, junto com Manual de Governança. 

Desde setembro de 2020 a secretaria executiva desta ação coletiva não é mais exercida pela Rede Brasil do Pacto Global. 

 

Conselho Consultivo de Ações Coletivas

O Pacto Global desenvolve ações coletivas anticorrupção há dez anos e conta com a Rede Brasil para implementar os projetos globais de ações coletivas. Em 2020 selecionou a Rede Brasil para implementar o projeto de 4 anos Scaling up Anti-Corruption Collective Action within Global Compact Local Networks.

Para aconselhar e auxiliar a Plataforma na implementação das ações coletivas, a Plataforma criou o Conselho Consultivo de Ações Coletivas Anticorrupção, formado por 20 integrantes do setor privado, sociedade civil, setor público e agências ONU. 

 

 

Comitês de Projetos da Plataforma

Treinamentos

Este comitê tem por objetivo coordenar projetos para aumentar o conhecimento de práticas de combate a corrupção, recomendadas dentro e fora do Brasil, seja através de engajamento com as organizações participantes da plataforma, ou diretamente com partes relevantes da sociedade brasileira. 

Tecnologia

Este comitê de projeto visa identificar e fomentar novas tecnologias que auxiliem no Combate à Corrupção através do mapeamento de soluções existentes e novos campos de desenvolvimentos.

Cadeia de Valor

A Plataforma conta com comitê de projeto voltado para pensar ações anticorrupção na cadeia de valor das empresas. O primeiro objetivo foi a tradução e lançamento do Guia do Pacto Global Combatendo a Corrupção na Cadeia de Suprimentos e o seu passo-a-passo em setembro de 2020. O segundo objetivo é a sensibilização do público para o tema e o desenvolvimento de um treinamento baseado no Guia. 

Cultura de Integridade

Este comitê de projeto visa desenvolver uma pesquisa de percepção sobre cultura de integridade nas empresas da plataforma do Pacto: quais são os dilemas comportamentais e quais são os gargalos para a transformação de cultura. Além disso, também visa captar as melhores práticas através de um e-book, a criação de indicadores de integridade e de um kit de sensibilização sobre cultura de integridade, com vídeos, posts, cards para compartilhamento. 

ODS 16 ¦ Pesquisa sobre o ODS 16

A Plataforma recebe workshops regionais do UNGC para a construção de uma plataforma global de Monitoramento e Implementação do ODS 16 pelas empresas. A Plataforma também pretende fazer pesquisa baseline com as organizações da Rede sobre atingimento do ODS 16 no país, principalmente os indicadores sobre incidência de corrupção no setor privado.  

Anticorrupção e Direitos Humanos

As relações entre a promoção dos direitos humanos e o combate a corrupção no setor privado têm sido tema de debates e relatórios das Nações Unidas.

Há uma necessidade crescente de compreensão da relação intrínseca entre corrupção e direitos humanos. Impactos adversos nos direitos humanos e corrupção representam riscos semelhantes para as empresas, incluindo zonas de risco geográfico coincidentes e o perigo de exposição reputacional e financeira. O gerenciamento eficaz desses riscos apresenta às empresas desafios comuns, como a detecção de má conduta na organização comercial e nas cadeias de suprimentos, e exige a devida diligência em parceiros de negócios, como agentes e fornecedores contratados. A implementação bem-sucedida dos direitos humanos e a conformidade anticorrupção também podem contribuir para a sustentabilidade e a lucratividade das empresas.

As Plataformas Contra a Corrupção e pelos Direitos Humanos tem desenvolvido série de ações em conjunto, como o Webinar que contou com o Basel Institute of Governance e Fundação Getulio Vargas. Em 2021 irão realizar CEO Roundtable “Conectando as Agendas de Direitos Humanos e Anticorrupção”. 

ASSISTA: Conectando as agendas de direitos humanos e anticorrupção

Treinamentos

O principal treinamento anticorrupção promovido pela Plataforma tem como objetivo capacitar para a aplicação do Guia de Avaliação de Risco de Corrupção. Traduzido e adaptado para a realidade brasileira pela Plataforma em parceria com a Deloitte, este Guia apresenta a metodologia de identificação, avaliação e gestão dos riscos de corrupção, além das práticas de priorização destes riscos nos Programas de Integridade. 

Índice de Conteúdos Relevantes

A plataforma iniciou uma curadoria de materiais anticorrupção produzidos no país e no mundo. Seu resultado é um índice de conteúdos relevantes sobre o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 16 e temas de Anticorrupção e Compliance, produzidos pelo Pacto Global e por outras organizações parceiras. Boa leitura!

 

 

 

 

 

 

 

Covid-19 e Anticorrupção

Neste momento de pandemia, a plataforma tem atuado também no engajamento dos seus membros com o enfrentamento da Covid-19. Confira o guia de recomendações coordenado pela Plataforma Enfrentando a Pandemia com Responsabilidade Social e os webinars sobre Covid e Corrupção:

WEBINARS COVID E CORRUPÇÃO

ABRIL
COVID e Corrupção: Riscos para setor de saúde e contratações públicas

MAIO
COVID-19 e Corrupção: como empresas e suas áreas de integridade estão respondendo

JUNHO
COVID-19 e Corrupção: integridade e liderança ética em momentos de crise

 
Veja aqui a página Pacto contra a Covid-19, com todas nossas ações relacionadas à pandemia.

NOSSOS PARCEIROS

APOIADORES INSTITUCIONAIS

AEGEA
Ambipar
Klabin
MRV