Movimento +Água do Pacto Global da ONU apresenta comitê consultivo e faz primeiro evento com debate sobre segurança hídrica e universalização do saneamento


Registro da intervenção do artista Mundano durante o evento.

Julho de 2022 - O Pacto Global da ONU no Brasil realizou o primeiro encontro presencial do Movimento +Água. O evento teve as participações de representantes das empresas comprometidas com a universalização do saneamento e segurança hídrica do Brasil e dos comitês executivo e consultivo da iniciativa, que atualmente conta com o comprometimento das seguintes empresas pioneiras: Acqua Mater, AEGEA, Akzonobel, BioMovement, Copasa, Iguá Saneamento, KPMG, Manfrim-Special Dog Company, SABESP, SANEAGO, SANEPAR, São Michel, Schneider Electric Brasil, Shield Compliance Consultoria, Tigre, Unimar-Unishipping.

O comitê consultivo do Movimento +Água é formado por: Agostinho Vieira, jornalista e executivo com foco em sustentabilidade e negócios sociais, e criador do Projeto Colabora; Amanda Costa, Diretora Executiva do Perifa Sustentável e Jovem Conselheira no Pacto Global da ONU no Brasil; Edison Carlos, Presidente do Instituto AEGEA; Glauco Kimura, Oficial de Projetos da UNESCO; Kin Honda, Sócio-Diretor ESG da KPMG; Luciana Barbosa, Head ESG da Copasa; Maitê Leite, Gerente de Água e Oceano do Pacto Global da ONU no Brasil;  Sandra Kishi, Procuradora Regional da República, Ministério Público Federal; Sérgio Ayrimoraes, Especialista da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico.

Após a posse do comitê consultivo, foi realizada uma mesa redonda onde foram trocadas experiências sobre a universalização do saneamento, do acesso à água, segurança hídrica e preservação de nascentes, pilares do movimento. Todas as proposições serão endereçadas e aprofundadas nos grupos de trabalho que já estão em ação.

A iniciativa é uma colaboração entre o Pacto Global, Instituto Trata Brasil, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), The Nature Conservancy Brasil (TNC), Water.org, a Water Resilience Coalition e a Fundacion Avina, e conta com os patrocínios das empresas embaixadoras AEGEA e KPMG.

Ainda durante o evento, o artista plástico Mundano, fez uma intervenção artística utilizando cinzas da Amazônia e Pantanal, convidando os presentes a refletirem sobre a importância de ações coletivas para manter áreas produtoras naturais de água e garantir acesso ao saneamento.

Confira algumas fotos do evento:

 

Aulas do programa Empoderando Refugiadas têm início em Boa Vista
Movimento +Água do Pacto Global da ONU apresenta comitê consultivo e faz primeiro evento com debate sobre segurança hídrica e universalização do saneamento
Estudo do Pacto Global da ONU no Brasil revela que brasileiro pode contribuir com 16kg de plástico no mar por ano

NOSSOS PARCEIROS

APOIADORES INSTITUCIONAIS

AEGEA
Ambipar
Klabin
MRV