Denise Hills, da Natura, é escolhida a SDG Pioneer Brasil-2022, reconhecimento do Pacto Global da ONU a pioneiros em prol dos ODS

Março 2022 - A Rede Brasil do Pacto Global da ONU, a maior iniciativa de sustentabilidade corporativa do mundo, anuncia Denise Hills, Diretora de Sustentabilidade da Natura para América Latina, como a SDG Pioneer Brasil-2022. Anualmente, o Pacto Global das Nações Unidas reconhece um SDG Pioneer, entre profissionais e lideranças empresariais que estão fazendo um trabalho de referência na promoção dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Agora, Denise concorrerá para ser uma SDG Pioneer Global. Por meio de sua própria empresa ou da mobilização de outros negócios, essas pioneiras e pioneiros estão contribuindo para o alcance dos ODS por meio dos negócios em que atuam.

Denise Hills foi escolhida por uma banca de avaliadores externa, composta por Alessandra Siqueira, que atua na Gestão Pública no Ministério da Saúde; Carolina Learth, Líder de Sustentabilidade do Banco Santander Brasil; Clovis Zapata, Representante adjunto do escritório do Brasil da UNIDO; Marina Spínola, Diretora de Relações Corporativas da Fundação Dom Cabral; Patricia Ellen, Secretária de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo; Flavio Hourneaux Junior, Presidente do PRME (Princípios para Educação Responsável das Nações Unidas); Sérgio Andrade, Diretor Executivo da Agenda Pública.

“Ser reconhecida como uma SDG Pioneer, pela Rede Brasil do Pacto Global da ONU, é uma grande honra, principalmente porque a organização é fundamental para evoluirmos na agenda sustentável entre as corporações. Na Natura, acreditamos que o valor e a longevidade da marca estão ligados à capacidade de contribuir para o desenvolvimento sustentável da sociedade. Por isso, nos relacionamos com diversos atores para encontrarmos soluções para os problemas que o mundo enfrenta hoje. Somado a isso, estabelecemos um conjunto de metas ambientais e sociais audaciosas, que incluem, entre outras frentes, enfrentar a crise climática, tornando-nos carbono zero até 2030 e proteger a Amazônia, contribuindo para zerar o desmatamento até 2025”, explica Denise Hills.

“O trabalho dos SDG Pioneers é fundamental e inspirador para todas e todos que estamos envolvidos na busca pelos ODS. A Agenda 2030 é uma realidade, e sabemos o quanto o setor empresarial está cada vez mais engajado nela. Mas, no fim do dia, tudo é feito por pessoas e para as pessoas, por isso precisamos sempre reconhecer quem faz um grande trabalho na área. O trabalho da Denise Hills nos inspira e esperamos que chegue a ainda mais pessoas”, afirmou Carlo Pereira, diretor executivo da Rede Brasil do Pacto Global.

O SDG Pioneer é entregue desde 2016, e as vencedoras e vencedores brasileiros foram: Sonia Consiglio Favaretto (2016), Ulisses Sabará (2016), Tânia Conte Cosentino (2017), Danielle Pieroni (2018), Juliana Oliveira (2019) e Karine Bueno (2020).

Além do Brasil, as redes locais que participam desta edição do programa de reconhecimento SDG Pioneers são: Bangladesh, Gana, Marrocos, Tunísia, Índia, Holanda, Turquia, Canadá, Itália, Nigéria, Estados Árabes Unidos, China, Quênia, México, Reino Unido, Croácia, Líbano, África do Sul, Estados Unidos, Georgia, Malásia e Tailândia.

Convidamos a todos na torcida pela Denise para que mais uma vez tenhamos uma brasileira entre as pessoas reconhecidas globalmente na premiação.

➡️ Saiba mais sobre a trajetória da Denise participando do bate-papo que acontecerá no dia 06 de abril (quarta-feira), das 18h às 19h, no canal oficial do YouTube da Rede Brasil do Pacto Global da ONU. A conversa será mediada por Sônia Araripe, da Revista Plurale. 

Rede Brasil promove atividades em Conferência Mundial sobre Mudanças do Clima
Rede Brasil do Pacto Global lança o movimento #MenteEmFoco
Brasileira ganha prêmio do Pacto Global em Nova York pelo Empoderando Refugiadas

NOSSOS PARCEIROS

APOIADORES INSTITUCIONAIS

AEGEA
Ambipar
Klabin
MRV
Schneider Electric