Gigante no mercado financeiro adere ao investimento sustentável

A empresa do mercado financeiro BlackRock, maior gestora de índices comercializados como ações (ou ETFs, Exchange Traded Funds, em inglês) do mundo, passou a considerar indicadores de sustentabilidade com os mesmos valores dos dez Princípios do Pacto Global na hora de divulgar informações sobre seus fundos de investimento. A companhia anunciou que seus ETFs serão apresentados ao mercado global com scores baseados no indicador ESG (Environmental, Social and Governance ou em português Meio Ambiente, Social e Governança), deixando um espaço cada vez menor às falsas promessas de sustentabilidade – atitude conhecida como greenwashing. A organização também tornará públicos dados que indicam se um determinado ativo está ligado a atividades consideradas ilegais ou não-sustentáveis.

No final, já foram fornecidos dados a respeito de 253 dos 318 ETFs de mercados emergentes, o que significa de US$ 323 bilhões a US$ 375 bilhões em ativos. As informações são do Financial Times.

 

Saiba um pouco mais como isso influencia no caminho do desenvolvimento sustentável na economia mundial:

 

O que seria um ETF?

ETF é um fundo de investimento – uma modalidade de investimento coletivo em ações  – cujo desempenho está vinculado aos índices que avaliam o comportamento do mercado, replicando o resultado. O Ibovespa no Brasil, assim como o Dow Jones nos EUA, são alguns desses índices. Os ETFs seguem o movimento de queda e ascensão, o que significa que a subida de 10% no Ibovespa, por exemplo, faz os fundos de investimento vinculados a esse índice também valorizarem 10%.

 

O que significa ESG?

O ESG é um índice que avalia as operações das principais empresas conforme os seus impactos em três eixos da sustentabilidade – o Meio Ambiente, o Social e a Governança. A medida oferece mais transparência aos investidores sobre as empresas nas quais eles estão investindo. O critério de Meio Ambiente vê como a companhia atua na gestão da natureza. O Social examina se a organização viola direitos humanos universais, monitorando as relações da empresa entre trabalhadores, os fornecedores e as comunidades onde atuam. Já a avaliação da Governança envolve práticas de gestão empresarial ligadas ao combate à corrupção e ao compliance. O índice é erigido sob a mesma base de valores pregados pelos dez Princípios do Pacto Global para o desenvolvimento sustentável integral.

 

Por que isso é importante?

A partir do momento que uma grande empresa como a BlackRock se compromete com a transparência dos seus fundos de ação, isso significa mais um alerta para que empresas se atentem aos impactos de suas operações e adotem medidas que alcancem um corporativismo mais consciente. Ignorar essa chamada é lidar com dano à imagem da marca e o consequente descontentamento de seus próprios clientes, que exigem cada vez mais do setor privado o compromisso real com o desenvolvimento sustentável antes de consumir os produtos e serviços. As escolhas do público global afetam diretamente nas decisões dos investidores, que vão optar por investir em mercados com maior potencial de crescimento.

Jovem brasileira disputa final de premiação do Pacto Global
Empreendedorismo: Impactos Sustentáveis
Sonia Favaretto assume a presidência do Conselho da Rede Brasil do Pacto Global
Líder 2030 Talks 2019 - Negócios com causas
Fórum Brasil ODS 2019
Líderes empresariais devem estabelecer metas de clima mais ambiciosas
UN Climate Summit 2019
High Level Political Forum 2019
Evento Setor Privado e Refugiados: como a minha empresa pode contribuir?
Painel de Água na Virada Sustentável do World Water Week
Webinar Introdução à Plataforma de Oceanos do Pacto Global
Webinar Inteligência Operacional: Integração de Dados Comerciais e Operacionais e Benefícios da Visibilidade Operacional