Organização:
Estre Ambiental

Região:
Sudeste e Sul

ODS Principal:
Energia Acessível e Limpa

Outros ODS:
11, 12, 13.

Biogás: energia limpa e competitiva para o Brasil crescer - Estre Ambiental

7.2 Até 2030, aumentar substancialmente a participação de energias renováveis na matriz energética global

7.b Até 2030, expandir a infraestrutura e modernizar a tecnologia para o fornecimento de serviços de energia modernos e sustentáveis para todos nos países em desenvolvimento, particularmente nos países menos desenvolvidos, nos pequenos Estados insulares em desenvolvimento e nos países em desenvolvimento sem litoral, de acordo com seus respectivos programas de apoio

 

O biogás gerado em aterros sanitários é uma alternativa de matriz energética limpa e competitiva para ajudar a retomada do crescimento da economia, ao mesmo tempo em que mitiga um dos grandes desafios da gestão de resíduos sólidos urbanos no Brasil. 

Se não for controlado por processos adequados, o metano, que representa cerca de 55% do  biogás, pode ser 21 vezes mais danoso ao meio ambiente do que o dióxido de carbono, potencializando o efeito estufa.

A Estre Ambiental, alinhada às diretrizes de sustentabilidade, aposta na geração de energia a  partir do biogás proveniente de seus aterros sanitários.

O potencial pode superar 60 megawatts, energia suficiente para abastecer uma população de quase um milhão de pessoas.

A viabilidade econômica proporcionada pela geração de energia a partir do biogás é um importante incentivo para ser usado pelos municípios brasileiros para a construção de novos aterros sanitários e assim assegurar destinação final adequada para os resíduos sólidos urbanos. 

A integração com usinas de energia elétrica abastecidas com biogás dos aterros cria receitas adicionais que viabilizam os investimentos necessários com benefícios ambientais sustentáveis a longo prazo.

A Estre Ambiental opera três unidades de geração de energia a partir do biogás de aterros sanitários, com 18,5 MW instalados. 

Em 2014, foi inaugurada a primeira usina a biogás do interior de São Paulo, em Guatapará, com capacidade instalada de 4,3 MW, que um ano depois foi expandida para 5,7 MW. 

Em 2016, o aterro de Curitiba (PR) inaugurou sua usina, hoje com 8,6 MW.

E em 2018 entrou em operação a usina no aterro sanitário de Tremembé (SP), agregando a geração de mais 4,3 MW. 

Participação feminina (Inova 2030)
Controle de embalagens (Inova 2030)
Empreendimento amazônico (Inova 2030)
Areia reutilizável (Inova 2030)
A energia do cacau (Inova 2030)
Reforma residencial de baixo custo (Inova 2030)
Mobilidade sustentável (Inova 2030)
Menos plástico, mais vida (Inova 2030)
Financiamento à sustentabilidade (Inova 2030)
Energia solar em aterros (Inova 2030)
Estímulo à atuação colaborativa (Inova 2030)
Formação de profissionais (Inova 2030)

NOSSOS PARCEIROS

APOIADORES INSTITUCIONAIS

Grupo Boticário
MRV