‘Ring The Bell’ pela igualdade de gênero

Por Mateus Ferreira

Denise Hills em seu discurso sobre a igualdade de gênero. (Foto: Marcelo Manfrini)

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, no dia 8 de março, foi realizado, na sede da B3, em São Paulo, o evento Ring The Bell for Gender Equality, com objetivo de promover a igualdade de gênero e sensibilizar o setor privado para o tema.  A presidente da Rede Brasil do Pacto Global, Denise Hills, participou da abertura da cerimônia. “Eventos como este são muito relevantes para convocar empresas a trabalharem desta forma, a mobilizar a sociedade para um tema que não é marginal, mas que é essencial quando se fala de negócios, de país, de poder, de decisão, de, inclusive, segurança e sociedade”, afirmou ela, que é a primeira mulher a liderar a iniciativa.

Ainda participaram da cerimônia de abertura Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres Brasil, e Gilson Finkelsztain, presidente da B3. O evento prosseguiu com depoimentos de mulheres atuantes no mercado de trabalho, que contaram sobre suas experiências e desafios.  O evento, realizado em mais de 60 bolsas de valores do mundo, é uma iniciativa liderada pela ONU, por meio do Pacto Global, da Sustainable Stock Exchanges (SSE), e da ONU Mulheres, em conjunto com a Corporação Financeira Internacional (IFC) e a Federação Mundial de Bolsas WFE.

Denise Pavarina, membro do Conselho de Administração da B3, destacou a importância da realização profissional para quebrar as barreiras de gênero. “Eu sempre faço o que eu gosto, acho que isso ajuda muito”, disse. A executiva também comentou sobre importância da mulher acreditar em si mesma, em um mercado tão competitivo. “Eu posso, tenho esse direito como cidadã e como pessoa, nada vai me impedir a não ser eu mesma”.

Já Ana Buchaim, diretora de RH da B3, começou seu depoimento falando sobre a importância de reconhecer as oportunidades de liderança no mercado de trabalho. “Uma das coisas que faz mais diferença para a ascensão das mulheres é elas entenderem que existem muitos modelos possíveis de liderança, muitos estilos, e todos são possíveis”. A diretora ainda mencionou a evolução das discussões sobre igualdade de gênero no setor privado. “Talvez há cinco anos a gente teria se limitado a comemorar o dia das mulheres entregando uma flor. E, hoje, estamos aqui, trazendo um assunto que é muito sensível e muito importante”.

Regina Magalhães, Gerente Executiva da Schneider Eletric, abordou a relevância da discussão dentro do mercado financeiro e de negócios. “Ter uma celebração do Dia Internacional das Mulheres na bolsa de valores de São Paulo tem uma importância muito grande”, disse. A executiva, que tem experiência no setor de agronegócios, financeiro e elétrico, ainda afirmou que inovação e diversidade dentro dos negócios caminham juntas. Segundo ela, “inovação é causa e consequência da diversidade”.

O encerramento do evento foi marcado pela música “Maria, Maria”, interpretada por Milton Nascimento, que acompanhou o toque da campainha em homenagem ao Dia Internacional das Mulheres.

O evento foi transmitido ao vivo pelo facebook da B3 e é possível revê-lo aqui.

Deixe uma resposta