Notícias



Eventos da Rede Brasileira do

Pacto Global

Please enable Javascript to view this calendar.

Jorge Chediek, Carlos Fadigas, Jorge Soto e Francisco Gaetani com certificado de adesão da Abiquim ao Pacto Global das Nações Unidas
Imagem: Divulgação/Abiquim

Associação Brasileira da Indústria Química formaliza adesão ao Pacto Global

Publicado em 14 de agosto de 2014

A Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim) celebrou sua adesão ao Pacto Global das Nações Unidas durante a abertura do 15º Congresso de Atuação Responsável no dia 12 de agosto, em São Paulo. O certificado simbólico foi assinado por Carlos Fadigas Filho, presidente do Conselho Diretor da Abiquim, Francisco Gaetani, secretário-executivo do Ministério do Meio Ambiente, Jorge Soto, presidente da Rede Brasileira do Pacto Global e diretor de Desenvolvimento Sustentável da Braskem, e Jorge Chediek, coordenador-residente da ONU no Brasil e representante-residente do PNUD no Brasil.

Ao parabenizar a Abiquim e suas 176 empresas associadas pela adesão à maior iniciativa de responsabilidade corporativa no mundo, Jorge Chediek destacou a importância da parceria com as empresas para o alcance de um modelo de desenvolvimento pautado pela sustentabilidade ambiental. “Para as Nações Unidas, o setor privado não é coadjuvante, mas sim protagonista na construção de um mundo melhor”, disse ele, retomando o histórico dessa aproximação a partir da década de 1990, com um marco na Conferência Rio-92.

O representante da ONU também falou sobre a melhora do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Brasil nos últimos 20 anos, reforçando o papel central do setor privado na aceleração desse processo. “As empresas geram riqueza e emprego, que é o melhor programa social. Nossa missão é apoiá-las nessa visão de engajamento”, completou.

Na opinião do presidente do Conselho Diretor da Abiquim Carlos Fadigas Filho, o Pacto Global poderá potencializar a contribuição do setor químico para o desenvolvimento sustentável. “Esta adesão nos abrirá mais oportunidades para fortalecermos nossas parcerias com as organizações multilaterais”, declarou Carlos Fadigas, também CEO da Braskem.

Ao se tornar signatária do Pacto Global, as organizações se comprometem em reportar anualmente seus avanços na implementação de Dez Princípios nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e combate à corrupção. Para o presidente da Rede Brasileira, a facilidade de adesão e o pragmatismo da iniciativa e explicam seu crescimento no mundo, hoje com 12 mil organizações em mais de 100 países. “A adesão da Abiquim abre oportunidades para alcançar as pequenas e médias empresas do setor químico”, afirmou Soto.

Sobre o Congresso de Atuação Responsável

Realizado nos dias 12 e 13 de agosto, o 15º Congresso de Atuação Responsável é um dos principais encontros de capacitação e boas práticas do setor químico no País. O congresso apresentou avanços dos indicadores de 2013 do programa Atuação Responsável®, iniciativa da indústria química brasileira e mundial para comprometimento voluntário com a melhoria de desempenhos em saúde, segurança, meio ambiente e sustentabilidade.

Renata Seabra, secretária-executiva da Rede Brasileira do Pacto Global, participou de workshop sobre saneamento, abordando duas práticas de engajamento empresarial oferecidas pela iniciativa da ONU.

O CEO Water Mandate é um programa que envolve o principal executivo das empresas no compromisso com o desenvolvimento e a implementação de políticas e práticas de sustentabilidade da água. “A proposta é ir além da medição da pegada hídrica da indústria, assumindo uma postura cidadã de engajamento com a gestão dos recursos hídricos”, disse.

A plataforma Business Partnership Hub também permite que as empresas ganhem em escala e encontrem parceiros para o desenvolvimento de projetos na temática da água. O site colaborativo e interativo pode ser acessado gratuitamente em www.businesspartnershiphub.org.

Por Júlia Tavares, da Rede Brasileira do Pacto Global


Tag's: Partnership Hub CEO Water Mandate PNUD